Dada a situação de isolamento social, quarentena e o fechamento de Parques Municipais, Estaduais e Federais por conta da Pandemia do novo Corona Vírus (COVID-19), fiz uma seleção de filmes sobre Trilhas, Escaladas e Montanhas para que vocês aproveitem esses dias em casa e não fiquem tão longe assim das aventuras.

São filmes que se passam em algumas das principais cordilheiras do planeta como: os Himalaias, os Andes e os Alpes, entre outros lugares remotos.

Além de retratar histórias verdadeiras e fictícias, os longas trazem também questionamentos sobre a nossa própria existência, fazendo com que surjam momentos de reflexão em relação às escolhas que fazemos e a maneira como enxergamos a vida:

Everest (2015)

No ano de 1996, dois grupos de alpinistas liderados por Rob (Jason Clarke) e Scott (Jake Gyllenhaal) se unem na tentativa de escalar o monte Everest, mas uma grande nevasca coloca a vida de todos em risco. Com a esposa grávida (Keira Knightley), Rob é menos aventureiro que Scott, se preocupando com a segurança dos membros de sua equipe. Ele lutará bastante para tentar proteger a todos.

Into The Wild (2007)

Início da década de 90. Christopher McCandless (Emile Hirsch) é um jovem recém-formado, que decide viajar sem rumo pelos Estados Unidos em busca da liberdade. Durante sua jornada pela Dakota do Sul, Arizona e Califórnia ele conhece pessoas que mudam sua vida, assim como sua presença também modifica as delas. Até que, após dois anos na estrada, Christopher decide fazer a maior das viagens e partir rumo ao Alasca.

Livre (Wild – 2014)

Após a morte de sua mãe, um divórcio e uma fase de autodestruição repleta de heroína, Cheryl decide mudar e investir em uma nova vida junto à natureza selvagem. Para isso, ela se aventura em uma trilha de 1100 milhas pela costa do Oceano Pacífico.

North Face (2008)

Em 1936, dois alpinistas decidem escalar o Eiger, um maciço dos Alpes suíços onde vários homens morreram na tentativa de escalar a montanha. Essa ação faz parte de um estratégia de propaganda nazista e, se conseguirem sucesso, serão aclamados como heróis do Terceiro Reich.

127 horas (2010)

Ao explorar um cânion remoto em Utah, o alpinista e aventureiro Aron Ralston fica preso em uma fenda quando uma pedra cai. Nos cinco dias seguintes, Ralston examina sua vida e considera suas opções, as quais o levam a uma situação angustiante. Aron precisa tomar uma atitude para que possa se libertar e tentar voltar para a civilização.

Tocando o Vazio (2003)

Em 1985, os alpinistas Joe Simpson (Brendan Mackey) e Simon Yates (Nicholas Aaron) enfrentaram desafios na tentativa de escalar a Siula Grande, montanha nos Andes peruanos. Após o sucesso na escalada, eles não tiveram a mesma sorte na descida: Joe cai e quebra a perna. Simon, então, fica com uma decisão difícil em suas mãos.

Meru – O Centro do Universo (2015)

Na tentativa de realizar uma escalada nunca antes concluída, três alpinistas de elite deixam tudo para trás, exceto a amizade entre eles, enquanto lutam com perdas dolorosas e ásperos elementos da natureza. Eles tentam terminar a subida que é tão cobiçada e perigosa, chamada Shark’s Fin, no monte Meru.

Sete Anos no Tibet (1997)

Heinrich Harrer (Brad Pitt), o mais famoso alpinista austríaco, tentou algo quase impossível: escalar o Nanga Parbat, o 9º pico mais alto do mundo. Egocêntrico e, visando somente a glória pessoal, Heinrich viajou para o outro lado do mundo deixando sua mulher grávida e um casamento em crise. Ele não conseguiu o feito, mas quando a Inglaterra declarou guerra à Alemanha ele foi considerado inimigo, por estar em domínio inglês. Feito prisioneiro de guerra, ele fugiu após várias tentativas junto com Peter Aufschnaiter (David Thewlis), outro alpinista, se tornando os únicos estrangeiros na sagrada cidade de Lhasa, Tibet. Lá a vida de Heinrich mudaria radicalmente, pois no tempo em que passou no Tibet se tornou um pessoa generosa além de se tornar confidente do Dalai Lama.

The Wildest Dream (2010)

The Wildest Dream retrata a história de George Mallory e Andrew Irvine, dois ingleses que podem ter sido as duas primeiras pessoas a pisar no cume da montanha mais alta da Terra em 1924, ou seja, 29 anos antes do neozelandês Edmund Hillary e o Sherpa nepalês Tenzing Norgay que tiveram a primeira ascensão comprovada. No entando, Mallory e Irvine nunca retornaram do desafio e por isso a verdadeira história ainda está para ser contada.

Valley Uprising (2014)

Os 50 anos da escalada em rocha no Vale de Yosemite, na Califórnia, são contados neste documentário, que mostra o nascimento e a difusão de um esporte que também é uma contracultura.

Cerro Torre – A Snowballs Change in Hell (2012)

David Lama, o alpinista mais jovem a se tornar campeão mundial, se prepara para escalar a impenetrável rota de Cerro Torre.

Free Solo (2018)

Alex Honnold, o escalador solo mais bem-sucedido do mundo, se prepara mentalmente e fisicamente para sua aventura mais ousada: escalar El Capitán, o paredão de 975 metros em Yosemite, sem cordas ou equipamento de proteção. Se ele conseguir, será o maior paredão que ele, ou outra pessoa, já escalou sem nenhum tipo de equipamento.

A Walk in the Woods (2015)

Bill retorna aos EUA em plena terceira idade. Para se reconectar com sua terra natal, ele decide caminhar junto com um antigo amigo do colégio pela Trilha dos Apalaches, que tem mais de três mil quilômetros.

Mulheres são Montanhas (2018)

“Mulheres São Montanhas” é uma janela para a vida das escaladoras Mônica Filipini e Danielle Pinto na pacata cidade de São Bento do Sapucaí, no interior de São Paulo, lidando com a maternidade e as atividas domésticas e curtindo a grande paixão pelas montanhas. Com lirismo, o filme dá visibilidade à escalada tradicional feminina brasileira (um esporte ainda tradicionalmente masculino no país) e investiga as motivações dessas duas mulheres a se arriscarem nas rochas.

Nanga Parbat (2010)

O filme narra a trajetória de uma expedição ao Nanga Parbat, a nona montanha mais alta do mundo, em 1970. Os irmãos Messner faziam parte do grupo que alcançou o topo do monte, mas a descida foi marcada por uma tragédia.

The Dawn Wall (2017)

O documentário “The Dawn Wall” aborda de maneira direta a motivação, até um pouco sombria, de Tommy Caldwell: uma profunda depressão pelo seu divórcio e nas condições que aconteceu. A partir da depressão, Caldwell extraiu uma obsessão por uma “linha futurista” na parede do El Capitan, em Yosemite que acabaria por levá-lo à maior realização de sua vida.

Geração Lendária

Produzido pelo Canal OFF em parceria com a Cirandinha Produções este filme de Seblen Mantovani e Amanda D’Ecanio relata em fotos, causos, entrevistas e repetições de vias como foi a década de 80 no montanhismo brasileiro. Uma década que alavancou o esporte em termos de dificuldade técnica – um salto dado graças a uma geração lendária (Sergio Tartari, André Ilha, Alexandre Portela, Sérgio Poyares, entre outros) que encarava os problemas, novos equipamentos e novas técnicas.

Sherpa (2015)

Os sherpas são nativos nepaleses e tibetanos que ajudam estrangeiros a escalar o Everest. Depois da tragédia que matou 16 pessoas em 2014, eles tentam reconquistar a montanha que chamam de Chomolungma.


O Blog Dr. Aventura é oferecido pela Sub Sub Equipamentos de Aventura, que é uma das lojas mais tradicionais de esportes de aventura no Rio de Janeiro, atendendo a todo o Brasil pela loja on-line: www.subsub.com.br

*Usando o meu cupom de desconto você ganha até 15% de desconto nas suas compras no site da Sub Sub. 

Até a próxima pessoal, e nos vemos na montanha!


Julianu Lorne

Montanhista, Guia de Trekking e proprietário da Agência RIOEX, onde fazem Trilhas, Trekkings e Travessias MultiSports pelo Brasil. Lorne também embaixador da Sub Sub e da World Adventure Society (WAS) e colaborador do canal Trekking Estilo de Vida. Além de praticante de surf, Jiu Jitsu. Idealizador do PROJETO BOLÍVIA 6x6K.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *